BLOG DOS FORASTEIROS: * Blog Principal

Chasques

  • PARA RECEBER AS ATUALIZAÇÕES DESTE BLOG, SEJA UM SEGUIDOR SE INSCREVENDO NO FINAL DA COLUNA À DIREITA, NA TAG SEGUIDORES. A URL DESTE BLOG É http://forasteirossapucaia1.blogspot.com.br

domingo, 16 de outubro de 2011

Nasce uma Republica

A grande vitória Farroupilha na Batalha do Seival trouxe grande euforia aos   republicanos farroupilhas,  Joaquim Pedro Soares e Manoel Lucas de Oliveira que lutaram como  como oficiais do Coronel Antônio de Souza Netto insuflaram o comandante diante da vitória contra os imperiais de Silva Tavares, e convencenceram Netto a tomar uma das atitudes mais importantes da Guerra dos Farrapos.
Sem o conhecimento de Bento Gonçalves (que não era tão republicano, assim como Netto), mas aproveitando do momento da grande vitório e da psicologia da situação, Netto aceita a sugestão dos oficiais e no dia 11 de setembro de 1836, no Campo dos Meneses, Netto reuniu a tropa e em seu nome Joaquim Pedro Soares leu a proclamação:
“Bravos companheiros da Primeira Brigada de Cavalaria!
Ontem obtivestes o mais completo triunfo sobre os escravos da Corte do Rio de Janeiro, a qual, invejosa das vantagens locais da nossa Província, faz derramar sem piedade o sangue dos nossos compatriotas para, deste modo, fazê-la presa das suas vistas ambiciosas.
Camaradas! Nós, que compomos a Primeira Brigada do exército liberal, devemos ser os primeiros a proclamar, como proclamamos, a independência desta Província, a qual fica desligada das demais do Império, e forma um Estado livre e independente, com o título de República Rio-Grandense, e cujo manifesto às nações civilizadas se fará competentemente.
Camaradas! Gritamos pela primeira vez:
Viva a República Rio-Grandense!
Viva a independência!
Viva o exército republicano rio-grandense!”

Um dia depois, ao lado do Rio Jaguarão foi assinado a ata da proclamação da República, pelos oficiais e sargentos.
Em 5 de novembro de 1836, a Câmara Municipal de Piratini proclamou a independência do Rio Grande do Sul,elevando a província à categoria de Estado livre, constitucional e independente.

Nenhum comentário: