BLOG DOS FORASTEIROS: * Blog Principal

Chasques

  • PARA RECEBER AS ATUALIZAÇÕES DESTE BLOG, SEJA UM SEGUIDOR SE INSCREVENDO NO FINAL DA COLUNA À DIREITA, NA TAG SEGUIDORES. A URL DESTE BLOG É http://forasteirossapucaia1.blogspot.com.br

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Julio de Castilhos

 Nascido em 29 de julho de1860 na Fazenda da Reserva , distrito de Vila Rica, hoje cidade que leva o seu nome, Júlio Prates de Castilhos é  um dos maiores personagens da história gaúcha.

Formado em Direito na Faculdade do Largo do são Francisco, em São Paulo, sempre foi um republicano convicto se tornando um ícone  como propagandista principalmente de seus ideais, organizando em 1982 o Partido Republicano no RS.

Eleito presidente do Estado em 1891 depois deposto, porém nova eleição o eleva a governador (Empossado em 1893).

Redigiu sozinho a constituição do estado, colocando nas mãos do presidente poderes ditatoriais.

Enfrentou forte oposição de Gaspar Silveira Martins, Federalista (Maragato) que teve suas idéias apoiadas por Joca Tavares (esse já havia participado da Rev. Farroupilha, ainda jovem) que iniciou uma revolução a partir de Bagé quando se proclamou Presidente assim como havia feito Julio de Castilhos, logo após Gumercindo Saraiva e seus irmãos também protagonizaram no campo de batalha contra Castilhos.

A Revolta Federalista, a mais sangrenta ( várias batalhas tiveram os vencidos degolados) foi debelada com um acordo em Pelotas em 1895 concluindo mais um capitulo de sua história e também do Rio Grande do Sul

Julio de Castilhos comandou os gaúchos até 1898 quando entregou a Presidencia a Borges de Medeiros.

Morreu muito novo, aos 43 anos, vítima de Câncer na garganta na data de 24 de outubro de 1903, em sua homenagem, entre outras tantas a Av. 24 de outubro, em Porto Alegre.

Julio de Castilhos foi Republicano, abolicionista e a denominação Brigada Militar iniciou no seu governo, Seus traços de autoritarismo levou o Rio grande do Sul a uma ditadura de 40 anos.

Fiquem atentos a novas postagens de nossa história.

Helvio Gomes



Bibliografia: Weinmann, A. A., ALGUNS PERSONAGENS DE NOSSA HISTÓRIA, Porto Alegre: Martins Livreiro, 2013.

Nenhum comentário: